Loading

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Nota de Falecimento: Julius Meimberg


Julius Meimberg
(11/01/1917 - 17/01/2012)

Faleceu no último dia 17 de janeiro em Berna, na Suíça, de causas naturais aos 95 anos de idade, o ás da Luftwaffe e ganhador da Cruz do Cavaleiro, Major Julius Meimberg.

Nascido em Münster, no noroeste alemão, Meimberg juntou-se à Luftwaffe em 1937, completando o treinamento e sendo designado para o Jagdgeschwader 2 "Richthofen" em dezembro de 1939. Participando logo do início dos combates sobre a França no verão de 1940, ele derrubou sua primeira vítima em 19 de maio: um Hawker Hurricane da RAF. No dia 3 de junho, um Curtiss P-36 Hawk francês seguiu-se.

Durante a Batalha da Inglaterra, Meimberg foi ala do ás Hans Hahn, e ele próprio tornou-se um ás após abater três Spitfires em setembro. Em 28 de novembro de 1940, ele foi um dos pilotos que testemunhou o desaparecimento do Kommodore do JG 2, Major Helmut Wick (maior ás alemão na época), em um combate sobre a Ilha de Wight. Após derrubar seu 14º inimigo em 24 de julho de 1941, ele foi atingido e fez um pouso forçado, sendo seriamente ferido e passando muitos meses em recuperação. Ao retornar em 1942, derrubou diversos Spitfires durante a ofensiva da RAF sobre a França naquele período, sendo agraciado com a Cruz Alemã em Ouro em 29 de outubro. Em dezembro, já comandante da 11ª Staffel, foi transferido para a Tunísia, onde continuou sua série de vitórias. Lá na África, foi transferido para o JG 53 "Pik-As" durante a passagem do ano, e derrubou seu primeiro bombardeiro quadrimotor, um Boeing B-17, em 1 de fevereiro de 1943. Com a derrocada na África, Meimberg foi removido para a Itália, antes de retornar para a França - já como comandante do II Grupo do JG 53.

Meimberg foi um dos comandantes da defesa aérea da Normandia antes e depois dos desembarques, e enfrentou sem interrupções a gigantesca (e sempre crescente) força de caças anglo-americanos. Em 29 de outubro de 1944, quando contava com 45 vitórias aéreas, Julius Meimberg foi condecorado com a Cruz do Cavaleiro da Cruz de Ferro, por sua carreira impecável de líder de caça. Ele ainda continuaria a derrubar mais inimigos, sendo ferido no dia 26 de dezembro e ficando de fora da Operação Bodenplatte. Ele derrubou seu último inimigo, um Spitfire, em 13 de abril de 1945, fechando o escore de 54 vitórias aéreas confirmadas (entre elas 20 Spitfires e 14 Thunderbolts - todas no front oeste) em 250 missões de combate.

Em 2008, o Major Meimberg lançou sua autobiografia "Feindberührung", um sucesso de vendas. Era também um ativo participante de encontros de aviadores.

Conheci Julius Meimberg no Encontro Internacional dos Aviadores (Fliegertreffen) em Friedrichroda, Alemanha, em outubro de 2009. Não tirei uma foto com aquele senhor pequenino, mas ele assinou fotografias e livros pra mim. Que descanse em paz!

Meimberg na escola de voo.

Julius Meimberg autografando livros em dezembro de 2011, pouco mais de um mês antes de falecer.

Messerschmitt Me 109E-3 "Weisse 1" de Julius Meimberg. IV./JG 2 "Richthofen", França, agosto de 1940.

Comente aqui!

Nenhum comentário: